Nova margem do empréstimo consignado.

Governo anuncia aumento de 5% da margem do INSS; limite vai para 40%. Nova margem do empréstimo consignado é forma de injetar dinheiro na economia. O governo federal anunciou nesta quinta-feira (17) uma série de medidas para impulsionar a economia do país. Entre elas está o aumento em 5% da margem do empréstimo consignado do INSS (Instituto […]

por Bruno Soares Fragoso

Governo anuncia aumento de 5% da margem do INSS; limite vai para 40%. Nova margem do empréstimo consignado é forma de injetar dinheiro na economia.

O governo federal anunciou nesta quinta-feira (17) uma série de medidas para impulsionar a economia do país. Entre elas está o aumento em 5% da margem do empréstimo consignado do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Dessa forma, o limite de comprometimento do rendimento do aposentado e pensionista com o empréstimo na folha passa dos atuais 35% para até 40%.

Então, o governo informou que cidadãos que recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada) e do Auxílio Brasil também podem ter acesso a essa modalidade de empréstimo.

Os cálculos do governo são de que a medida deve injetar R$ 77 bilhões na economia em forma de empréstimo consignado para esse público.

Empréstimo consignado - O governo federal anunciou nesta quinta-feira (17) uma série de medidas para impulsionar a economia do país.

Ampliação da margem

Em abril do ano passado, o governo chegou a publicar uma MP (Medida Provisória) ampliando a margem para 40%, porém, ela perdeu validade e voltou para 35% este ano.

O crédito consignado é aquele concedido com desconto automático em folha de pagamento. Por ter como garantia o desconto direto no salário ou benefício, esse tipo de operação de crédito pessoal é um dos que oferecem os menores juros do mercado. A margem consignável é justamente o percentual máximo da renda que pode ser usado para o pagamento desses empréstimos. Por exemplo, se o benefício ou aposentadoria paga é de R$ 3 mil, o valor máximo que pode ser descontado mensalmente seria R$ 1.050 (35%). Pelas regras, 5% dos recursos consignáveis devem ser destinados exclusivamente para saque ou amortização de despesas do cartão de crédito, um percentual já previsto e que seguirá o mesmo. O restante (30%) é para o empréstimo pessoal com crédito em conta.

Como consultar

Para consultar o saldo devedor do empréstimo consignado e também informações sobre a margem consignável, o beneficiário pode acessar diretamente o site ou o aplicativo Meu INSS. O segurado precisa ter senha cadastrada na plataforma gov.br. O acesso é feito por meio do CPF e da senha. Após acessar o Meu INSS, o interessado deve procurar por extrato de empréstimo que as informações sejam fornecidas.

Finaz

Nosso sistema já está preparado para realizar a simulação com cálculo automático para a negociação com nova margem do empréstimo consignado. Clique aqui e inicie hoje mesmo o seu teste grátis.

http://www.finaz.com.br

Fonte: https://midiamax.uol.com.br/cotidiano/economia/2022/governo-anuncia-aumento-de-5-da-margem-para-consignado-do-inss-limite-vai-para-40

Categorias:

  • Geral